Precisamos de Tecidos e Elásticos para Confecção de Máscaras

#abraçoredeamarais  #campinas-sp  #regiãodosamarais  #solidariedade

CAPA_TEXTO_FOTOBLEND_PIXABAY_769x448px

Com esta pandemia de Covid -19 (Novo Coronavírus) a recomendação das autoridades em saúde é o uso constante de máscaras de proteção, principalmente em lugares onde possa ter uma aglomeração. Todas as pessoas que tem que trabalhar (muitas delas) acabam tendo que se utilizar dos transportes coletivos e correm muito risco de contaminação, assim como também tem que acessar os supermercados e farmácias e estão expostas ao risco. Também existe um decreto par o uso de máscaras.

Também sabemos o quanto é difícil para todas as pessoas adquirirem máscaras descartáveis, e as máscaras em tecido (recomendadas) é orientado que se use por cerca de 2 horas e troque. A vantagem das máscaras de tecido é que podem ser lavadas.

fabric-scissors-needle-needles-scissors-461035

Mas nem todo mundo pode comprar essas máscaras, tem uma parcela da população que não conseguem (por diversos motivos). Pensando nestas pessoas que moram na região da Rede Abraço Amarais que algumas das entidades que formam a Rede estão produzindo máscaras em tecido para distribuição gratuita para as pessoas que precisam. Afinal numa família grande seriam preciso muitas máscaras. Também temos muitas pessoas mais carentes que precisam destas máscaras e não tem como adquirir.

O Grupo Primavera foi o primeiro a distribuir logo no inicio da pandemia e doou mais de 500 máscaras.  Com o esforço de várias entidades como União Cristã Feminina, Associação Beneficente Campineira. M.A.E. Maria Rosa e Igreja Presbiteriana (junto com o Primavera todas fazem parte da Rede Abraço Amarais) já foram distribuídas mais de 2500 máscaras. As máscaras são produzidas nas entidades por voluntários ou os próprios funcionários.

Esse esforço foi apenas uma parte do trabalho. As entidades precisam da sua ajuda, necessitamos de doação de tecidos em algodão e elásticos para continuarmos nesta ação solidária. É uma Campanha da Rede Abraço Amarais e toda a arrecadação irá ser dividido entre as entidades que estão produzindo as máscaras.

Locais de Arrecadação de Segunda a Sexta-feira

M.A.E. Maria Rosa

Rua Vicente Palombo, 34 – Jardim Campineiro – das 8hs às 11hs

Você pode agendar a entrega pelo telefone: (19) 32460894

União Cristã Feminina

Rua Olívio Manoel Camargo, 291 – Jardim Santa Mônica – das 7hs às 16hs

Você pode agendar a entrega pelo telefone: (19) 32462462

campanha 2

 

Repare nestas imagens simulando a pessoa soltando partículas no ar ao falar, respirar, tossir e espirrar e a proteção da máscara

gifit_1586108116970

gifit_1586108054830

gifit_1586107982236

gifit_1586107935009Uso de máscara de proteção e sua eficácia

Diante da pandemia de COVID19, doença respiratória causada pelo vírus SARS-COV-2, iniciada em março de 2020, houve um aumento no consumo de máscaras de proteção pela população. No entanto, a utilização de máscaras, a princípio, era recomendada apenas para pessoas diagnosticadas com a COVID-19 ou apresentando sintomas da doença, profissionais de saúde e pessoas que trabalham com pessoas enfermas.

Com a compra para a utilização pela população em geral, iniciou-se um desabastecimento desse tipo de material, o que acabou afetando até mesmo os hospitais, deixando muitos profissionais de saúde trabalhando de forma precária.

Diante do aumento de números de casos e da escassez de material de proteção, como as máscaras, o Ministério da Saúde emitiu novas diretrizes sobre a utilização de máscaras em público, mesmo que por indivíduos que não estejam com sintomas respiratórios, até mesmo porque foi observado que indivíduos assintomáticos, portadores da doença, poderiam transmiti-la a outras pessoas. Entre essas diretrizes, está a utilização das chamadas máscaras caseiras.

mulher-com-macara-de-protecao

Essas máscaras podem ser confeccionadas com tecidos como algodão, tricoline, TNT, entre outros, e devem ser formadas por uma camada dupla de tecido, de forma a fazer-se uma barreira de proteção. É importante destacar que, mesmo podendo ser reutilizada, essa máscara é individual, sendo que cada pessoa, mesmo que pertencente à mesma família, deve ter a sua.

É importante destacar também que a utilização apenas das máscaras não é indicativo de proteção contra a COVID-19. As demais medidas preventivas devem valer, entre elas, lavar frequentemente das mãos e evitar tocar nas mucosas com as mãos não higienizadas. Após retirar a máscara, segurando apenas pelos elásticos ou tiras, se ela for descartável, fazer seu descarte imediato em local adequado e higienizar as mãos. Se a máscara for de tecido, ela deve ser lavada, e as mãos, higienizadas.

A seguir, apresentamos alguns cuidados em relação às máscaras caseiras e à proteção contra a COVID-19:

  • As máscaras caseiras podem ser produzidas com qualquer tipo de tecido, devendo apresentar uma camada dupla de tecido e elásticos ou tiras para que possa ser presa acima das orelhas e na nuca, protegendo o nariz e a boca;
  • Tenha sempre duas máscaras quando sair, caso uma suje ou fique úmida, a troca deve ser efetuada;
  • Chegando a sua casa, lave as máscaras com água e sabão, podendo também ser usada água sanitária, deixando-a de molho nela por cerca de 30 minutos;
  • Mesmo que a máscara possa ser reutilizada, ela é de uso individual, ou seja, cada pessoa, mesmo que da mesma família, deve ter as suas.

Para ter mais informações acerca da doença causa de uma pandemia no ano de 2020, acesse o nosso texto: COVID-19

Por Helivania Sardinha dos Santos para Biologia.net
ARRECADAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s